Destaque

Vereador Tobias Cometti tem bens bloqueados em ação que apura Improbidade Administrativa

O vereador está sob a suspeita de danos ao erário e atentado contra a moralidade da administração pública.

O ministério Público Estadual por meio de uma Ação Civil de Improbidade Administrativa determinou o bloqueio de bens do vereador Tobias Cometti (PSDC). Na Ação o Ministério Público alega que duas mulheres recebiam indevidamente salários, sem de fato exercer funções na casa de leis.

O vereador está sob a suspeita de danos ao erário e atentado contra a moralidade da administração pública, em face do vereador não ter exercido o dever de fiscalizar seus subordinados.

O MPES também emitiu uma liminar de bloqueio dos bens das supostas funcionarias. O pedido de bloqueio dos bens foi acatado pelo juiz Thiago Albani.
Sob o caso, a defesa do vereador alegou que “o cliente não foi oficialmente intimado da decisão e por isso não iria manifestar-se”.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios